quarta-feira, julho 09, 2014

Alemanha, Portugal e Brasil

Há aí muito Português ressabiado que ainda não recuperou da derrota com a Alemanha. E que pior, guardou rancor contra os Brasileiros (uma nação de milhões) por causa de uns patetas que gozaram connosco através comunicação social. Acham por isso que o Pais tem de pagar... e hoje vejo as centenas comentários a dar escáfia neles (os Brasileiros isto é).

Não percebo!

Eu falo de quem está no Rio a cobrir a Copa...
A grande maioria dos Brasileiros que conheci e vejo cá, adoram Portugal, veneram o Cristiano e apoiam a nossa Seleccão quase com a mesma paixão que apoiam o Brasil.
Depois penso nos meus amigos Brasileiros (que são muitos). Mais uma vez, grande maioria apoia Portugal...

Como se isso não bastasse, penso nos vários Brasileiros que jogaram em Portugal e que representaram os nossos clubes. Naturalmente como Benfiquista, não posso deixar de pensar no David Luiz que ontem teve a infelicidade de usar a braçadeira na derrota mais pesada do seu Pais. O David, alem da pessoa extraordinária que é, é também um craque que deu muito ao Benfica, e como tal, só quero ver a carreira dele cheia de sucesso... quase como se fosse uma forma de o ver compensado por tudo aquilo que fez de águia ao peito. Diria que o mesmo se aplica ao Hulk que tanto deu ao Porto e a outros quantos que deram alegrias ao Sporting ao longo dos anos.
Fim ao cabo, acredito que não deveria deixar de apoiar ou perder o respeito simplesmente porque uns otários da Folha de S.Paulo ou o que quer que seja, andaram a dizer coisas que não deviam. Eu também fiquei maluco de raiva quando vi online... mas não posso cair no erro de condenar milhões por causa de uns patetas.

Eu cá sou fã do Brasil... adoro os jogadores, adoro o futebol, mas acima de tudo adoro o País, a forma como me receberam e os amigos que fiz pelos anos fora.
Sinceramente, no meio de tudo isto, mais do que o lado desportivo, fico triste pelas repercussões a nivel emocional que isto vai ter... numa altura em que mais do que nunca precisavam de alegrias e não de uma derrota tão pesada (que no País do futebol é tão sofrida).

Enfim, não que vos interesse muito, but these are my two cents on it.

Força Brasil!