segunda-feira, fevereiro 07, 2011

Gary Moore | 1952 - 2011



Desde que iniciei o blog tive intenções de estabelecer uma espécie de rúbrica temporária, onde todas as semanas dedicaria um post a um dos meus guitarristas favoritos. Seria uma lista para 20 nomes talvez... e nessa lista constaria Gary Moore, a quem hoje presto tributo!

Faleceu ontem, dia 6 de Fevereiro, este irlandês, mestre da guitarra detentor de uma carreira notável. Destacou-se em bandas como os Skid Row ou os Thin Lizzy, mas também a solo se impôs, sempre ligado a um estilo que deambulava entre o rock e o blues (apesar de ter experimentado outros géneros).

Tocou com alguns dos grandes como B.B King, Greg Lake ou Albert King, e fez-se ele próprio um "peso-pesado da música"!

Deixa para trás uma vasta discografia e uma sucessão de grandes músicas, mas diria eu que é quase unânime que o grande tema que define a sua carreira é Still Got The Blues, um hino musical que conta a história de um homem destroçado, consequência de uma relação fracassada com uma mulher que ainda ama.

Com um solo que "parte a loiça toda", é com esse tema que vos deixo...
Uma das minhas grandes referências e sem dúvida alguma um dos grandes clássicos do blues!



Use to be so easy
To give my heart away
But I found that the haeartache
was the price you have to pay
I found that that love is no friend of mine
I should have know'n time after time

So long
it was so long ago
But I've still got the blues for you

Use to be so easy
Fall in love again
But I found that the heartache
It's a roll that leeds to pain
I found that love is more than just a game
Play and to win
but you loose just the same

So long
it was so long ago
But I've still got the blues for you

So many years since I seal you face
You will my heart
there's an emty space
Used to be

(SOLO)

So long
it was so long ago
But I've still got the blues for you

Golden days come and go
There is one thing I know
I've still got the blues for you

Nenhum comentário: