quarta-feira, junho 15, 2011

Obrigado Nuno Gomes!

Dei tudo por esta camisola

For all of my international readers (if I have any) I would like to apologize for the following post that will be written in Portuguese. But just so you know, it's about the official goodbye from Benfica's captain Nuno Gomes, who just announced that he will not proceed his last season as a player playing for the Eagles.

É com muita pena que vejo anunciado online a saída do Nuno Gomes do plantel do Benfica. Sabendo que isto era um cenário possível e até muito provável, não deixa de ser uma decisão que me cai bastante mal... Por todos os motivos! Mas é principalmente de um ponto de vista emocional que faço esta observação. É que o Nuno Gomes era tão somente a minha grande referência naquele que é o clube do meu coração!

Certamente não serei o único a olhar para o nosso #21 desta forma...

Ele é visto como um símbolo do clube da mesma forma que os adeptos hoje em dia olham para o Rui Costa ou o João Vieira Pinto (apenas para citar jogadores da mesma geração e de uma história recente), sendo este último um caso diferente pela sua recta final, no entanto, continua a ser um dos grandes nomes associado à história do clube, bem como um favorito entre os simpatizantes dos encarnados. Seja como for, e concordem com as minhas comparações ou não, o Nuno Gomes é um dos mais apreciados pela massa associativa e embora sejam muitos aqueles que o criticam de tempo em tempo (porque o que reina mais em Portugal é a memória curta), nas alturas de maior aperto tanto a nível de clubes como a nível de Selecção, temos a marca do nosso capitão em alguns dos golos/momentos mais cruciais na história do futebol Português (ficam na memória jogos como contra a França e Espanha no Euro 2000 e 2004 respectivamente).

Acredito que ele continuasse a ser uma mais-valia pelo contributo que iria oferecer tanto no campo, como no balneário. É um jogador com grande experiência, grande espírito de sacrifício e entre-ajuda... Para não falar que é um líder com grande peso na equipa... e de uma inteligência entre as quatro-linhas como pouco se vê.

Pode não ser um atleta de instinto matador como se pretende para a sua posição, mas apresenta qualidades que sempre fizeram dele uma escolha regular nos "onzes" titulares do Benfica. A sua capacidade para jogar de costas para a baliza e a sua qualidade no passe e nas denominadas "tabelinhas" são as suas armas mais fortes, aliadas ao seu posicionamento táctico e, claro está, a inteligência na forma como aborda cada lance. Naturalmente a sua idade acaba por o condicionar, sabendo também que há causas "extra-futebol" que o impedem de dar o seu contributo... mas estou convicto que haveria sempre forma de contornar esta situação, embora pudesse não ser de todo a solução mais agradável para a sua carreira, visto que o Nuno pretende jogar com regularidade!

É engraçado porque apenas agora me apercebi que todo este caso remonta um pouco para a mesma situação que o Raul atravessou no Real Madrid!

Espero apenas que o Nuno possa continuar a brilhar noutro clube, sem nunca deixar de ser apreciado e respeitado por todos aqueles que aos seus ombros andaram... 

Muito se brincou com o anúncio do McDonalds onde o Nuno prometeu pagar a refeição em golos... 

...  Eu cá digo que a divida dele há muito está saldada!



Apresento-vos agora informação retirada do site Record referente à carreira de Nuno Gomes. Nesse mesmo site poderão encontrar muito mais artigos sobre o antigo internacional Português!

Números no campeonato português 

1997/98 - 33 jogos/18 golos 
1998/99 - 34/24 
1999/00 - 34/18 
2002/03 - 27/9 
2003/04 - 21/7 
2004/05 - 23/7 
2005/06 - 29/15 
2006/07 - 24/6 
2007/08 -25/7 
2008/09 - 24/7 
2009/10 - 13/3 
2010/11 - 5/

Datas Marcantes

Primeiro troféu 
22 de Junho de 1997 - Ganha o primeiro troféu na carreira. No Boavista, já depois de ter assinado pelo Benfica, conquista a Taça de Portugal (3-2) e marca à futura equipa.

Estreia no Benfica 
24 de Agosto de 1997 - Estreia-se com a camisola encarnada no jogo entre Benfica e Campomaiorense, que acabou num expressivo 4-0. A estrela em ascensão entrou aos 68 minutos da partida.

Primeiro golo na Selecção
16 de Junho de 2000 - No Campeonato da Europa, disputado na Holanda e Bélgica, faz o primeiro golo pela Seleção, e logo aquele que nos dá a vitória (3-2) sobre a Inglaterra.

Taça de Itália 
13 de Junho de 2001 - Na Fiorentina, ainda com Rui Costa, ergue a Taça de Itália, depois de marcar ao Parma (1-1) o golo que valeu o troféu.

Campeão pelo Benfica 
22 de Maio de 2005 - Torna-se, finalmente, campeão nacional, o que por coincidência, sucedeu no Estádio onde se lançou para o futebol: no Bessa o Benfica empatou e ganhou a Liga.

Últimos golos 
24 de Março de 2011 - Marca os últimos golos de águia ao peito. No Estádio da Mata Real, em jogo entre o Paços de Ferreira e o Benfica a contar para 24ª jornada da Liga Zon Sagres, o capitão encarnado entrou aos 77 minutos e teve tempo suficiente para marcar dois tentos, um aos 82 minutos e outro aos 92.

Último jogo 
14 de Maio de 2011 - Realiza a sua última partida, tendo entrado nos últimos 5 minutos da partida entre Benfica e U.Leiria a contar para a 30ª jornada da Liga Zon Sagres e que terminou num empate a 3 golos.



Nenhum comentário: