sexta-feira, julho 23, 2010

Inception (2010)


Há mais de um ano que aguardava ansiosamente o lançamento deste filme! 

Desde que vi pela primeira vez o trailer no site da Apple, sabia que estava perante um dos trabalhos mais significativos do realizador Christopher Nolan, que conta nas suas fileiras com filmes como Memento (2000), The Prestige (2006) ou The Dark Knight (2008). No entanto, foi depois de ter visto o trailer no cinema que fiquei completamente "obcecado" (não levem à letra... é uma palavra muito forte) com Inception! Para aqueles que o viram nas mesmas condições que eu, certamente saberão do que estou a falar. 
O impacto é avassalador... pela imagem, pelo som que estremece com a sala... pelo conjunto de cenas seleccionadas para provocar os sentidos do espectador...



Escrito e realizado por Christopher Nolan, esta obra de arte conta com um elenco de luxo, que mistura diferentes gerações e talentos. A começar por Leo DiCaprio e Joseph Gordon-Levitt (dois dos meus actores favoritos... aqui o nosso Gordon-Levitt então... é alguém que sistematicamente faço boas referências [1] [2]), passando por Ellen Page (actriz formidável com um grande futuro à sua frente), Marion Cottilard (lindissima, elegante e super actriz), Ken Watanabe (quem o viu por exemplo em Letters from Iwo Jima (2006), sabe do que este homem é capaz), Cillian Murphy (tremendo actor que merece mais oportunidades nos EUA do que as lhe são concedidas), Michael Caine (a dar por breves momentos "ares da sua graça"), Tom Hardy, ainda Tom Berenger (actor veterano com uma carreira que "colapsou", mas a quem não lhe nego talento) e por fim (com uma pequena participação) Lucas Haas (a quem parecia estar destinado uma boa carreira, mas que até ao momento parece não ter singrado... oscilando entre alguns filmes bons/razoáveis e muitos simplesmente terríveis).

Um dos melhores elogios que posso fazer a Inception, e claro está, ao seu realizador, por ter sido o master mind, é afirmar que o filme se evidencia com particular destaque pelo seu grau de inovação numa altura onde os remakes, reboots e adaptações de livros e bandas-desenhadas são frequentes! 

Aqui temos um sonho dentro de um sonho e todas as suas diversas camadas, ao alcance de poucos... Nolan revela mais uma vez aptidões que lhe conferem estatuto de visionário... sendo natural que ostente um lugar entre os melhores realizadores (se não o melhor) da sua geração...


Enfim...

Porque não há mais nada que eu possa queira dizer...
fico-me por isto:

se Inception (2010) é um sonho, então por favor...

... não me acordem!






Nenhum comentário: