segunda-feira, dezembro 27, 2010

Girl Talk


Apresento-vos Gregg Michael Gillis, a.k.a Girl Talk.

Girl Talk é um projecto a solo de um homem que através do seu portátil faz o mashup de várias músicas num só tema, ou seja, recorrendo a várias samples acaba por construir uma única música. Este seu projecto vem no seguimento da ideia que a música resulta de uma fórmula matemática, sendo por isso possível (e fácil) fazer a junção de vários temas de forma fluída.



Com o primeiro álbum (Secret Diary) lançado em 2002, só recentemente, através de um amigo, descobri esta maravilha musical, com o seu quarto projecto de estúdio intitulado Feed The Animals (2008). Mantive durante algum tempo este post pendente, apenas porque precisava averiguar a consistência de Girl Talk ouvindo o seu álbum mais recente All Day (2010).


Certo e sabido, o seu quinto projecto de estúdio corresponde totalmente às expectativas e surge na mesma linhagem que o primeiro. É mexido, altamente contagiante... feito com muito bom gosto e super ecléctico. São vários os estilos musicais que são misturados... desde o rock, soul, hip-hop, blues... depois temos o indie, o underground, o mainstream... e as épocas variam desde o "mais ancestral até aos dias de hoje". Quer-me parecer (má escolha de palavras pois estou convicto do que vou dizer... e acho esta afirmação bastante consensual) que o estilo predominante é o hip-hop, nem que pela força dos beats que marcam o ritmo das músicas. Não querendo isto dizer que o resto é ofuscado pelas batidas. Tenho até um momento predilecto (vá) onde os acordes de *Hunger Strike dos Temple of The Dog, com a voz do Ludacris em cima*, fazem o meu dia.

É sem dúvida um projecto que prima pela originalidade e acima de tudo pela excelente forma como Gregg Gillis executa as misturas!


*(2.39)

Nenhum comentário: