quinta-feira, novembro 25, 2010

O génio de Elliot Smith...





Este senhor é um dos grandes compositores que o mundo se viu privado pelo seu falecimento precoce, com apenas 34 anos. 

Desequilibrado, como muitos génios o são, Elliott Smith deixou para trás bastante trabalho que lhe confere reconhecimento pelo talento musical que ostenta, tanto vocal e instrumentalmente como também na arte da composição. As suas letras (poesia diria) ilustram parte das suas experiências pessoais, medos e preocupações, evidenciando desde logo que a vida não lhe corria de feição... Intranquilidades que ironicamente protagonizaram o seu sucesso na indústria, para a qual se estava nas tintas. Preocupado em fazer boa música, no seu estilo tão único, Elliott permanece como uma figura de culto, vivendo através dos seus trabalhos que "respiram eternidade".

Fiquem com esta grande malha (simplesmente genial - Angeles) de um dos meus intérpretes favoritos desde que me lembro...


Someone's always coming around here trailing some new kill
Says I seen your picture on a hundred dollar bill
And what's a game of chance to you, to him is one
Of real skill
So glad to meet you
Angeles
Picking up the ticket shows there's money to be made
Go on and lose the gamble that's the history of the trade
Did you add up all the cards left to play to zero
And sign up with evil
Angeles
Don't start me trying now u-huh u-huh u-huh
Cos I'm all over it
Angeles
I could make you satisfied in everything you do
All your 'secret wishes' could right now be coming true
And be forever with my poison arms around you
No one's gonna fool around with us
No one's gonna fool around with us
So glad to meet you
Angeles

Um comentário:

Ericka Silva disse...

Realmente um gênio mesmo... que pena ter morrido tão cedo... quase a mesma coisa que aconteceu com Nick Drake. Amo muito "Waltz #2" e "All Cleaned Out".