segunda-feira, janeiro 11, 2010

Era Moderna

Finalmente tenho tempo para fazer o tal post de que andava tão ansioso para fazer. Ansioso porque se trata de música (e da boa!) e porque está enquadrada no cenário nacional...
Portugal está a atravessar uma "Era Moderna" no que toca à música indie. De facto têm sido várias as bandas que despontam neste circuito musical, com indicações de que podem realmente angariar vários adeptos a longo prazo. Grupos como Os Golpes ou Os Velhos são exemplo disso. Eu, que não estava bem dentro desta realidade, até porque sempre fui muito mais dado a ouvir trabalhos de escala internacional em prol dos nossos tugas, comecei a reparar em  sites/blogs bastantes referencias (de qualidade) a artistas como Samuel Úria, Legendary Tigerman e os já mencionados Os Golpes. Até o facto de ter alguma proximidade com o João Só me conferiu um alargado conhecimento musical deste meio. Curioso como sou (e "rigoroso musicalmente") fiz a minha pesquisa, ao que não tive dificuldade em encontrar o álbum dos Golpes - Cruz Vermelha Sobre Fundo Branco (2009) - seguido do EP de um grupo então (completamente) desconhecido chamado Os Velhos. Expectativa era zero porque não tinha nenhum modelo para me basear. O meu amigo que me os deu a conhecer apenas disse para ouvir sem que tivesse qualquer tipo de informação para que fosse "apanhado de surpresa". Na eminência de ouvir pela primeira vez o vocalista, a parte instrumental já me dizia muito. Estava perante uma sonoridade muito semelhante a um dos meus grupos predilectos, os The Strokes, a quem eles próprios devem fazer referência com o nome de um dos seus singles, Era Moderna, à semelhança do que acontece com os The Strokes com a malha Modern Age retirada do álbum This Is It.
Aqui ficam dois temas, um dos Golpes e outro dos Velhos, sendo este último um vídeozinho elaborado por mim sem grande engenho ou dedicação. O importante era mesmo ter a música online no YouTube (espero que Os Velhos não se importem).

Continuação de boas malhas meus amigos...



4 comentários:

Joaquim Quadros disse...

Avé Amor Fúria.
Avé Golpes.
AVélhos!

Joaquim Quadros disse...

De salientar que Legendary foi, para mim, o melhor concerto do Em Stock a par de Litlle Joy.

Bernardo disse...

É isto a maravilha que falavas. É novo para mim mas gosto bastante

Bernardo disse...

É desta maravilha de que falavas.. Novo para mim mas gosto bastante!