quarta-feira, janeiro 06, 2010

João Só e os Abandonados



Cumpro aqui a promessa que fiz a um amigo, que só adiei porque quis ouvir o álbum umas quantas vezes antes de fazer o meu comentário. Embora, como tenha referido, esteja a cumprir uma promessa, este comentário seria eventualmente escrito. Ao dia que passa, torna-se mais dificil "ignorar" (e digo isto não no sentido pejorativo)  o João e os seus Abandonados. Estão em todo o lado. Pudera... desde os tempos de PB e os Emprestados, João Pinto Basto manteve-se igual a si mesmo. Alma Pop-Rock, letras com aquele toque oriundo das histórias boy meets girl, influências de Rui Veloso, Jorge Palma, Sérgio Godinho e principalmente dos Beatles (a sua maior referência pessoal/artística). Agora com a sua nova banda composta por António Fontes, Paulo Jesus, Zé Preguiça e Nuno Canina (da esquerda para a direita tendo por referência a fotografia) lançou este ano o seu primeiro álbum homónimo. É fácil de ouvir, com onze faixas melódicas e obviamente comerciais, mas de bom gosto. O seu primeiro single, Meu Bem, teve algum protagonismo nas rádios e MTV Portugal, embora não conste no meu Top 3 temas do CD. Cresce e Desaparece (música "emprestada" da sua carreira musical antes dos Abandonados), Anda Daí e o mais que evidente A Marte são a meu ver os temas que me levam a ouvir o álbum em casa e no carro.A popularidade da banda têm sido crescente, tendo já bastantes concertos no seu portefólio, incluindo uma presença no festival SuperBock em Stock 2009. Além dos temas gravados para o álbum, têm dois singles acústicos que gravaram (e filmaram) para a época natalícia sendo eles, Natal em Branco (um tema de que gosto bastante) e A Todos Um Bom Natal.
É sem dúvida um prazer ver alguém como o João singrar neste meio que é altamente competitivo. Embora não se defina como um grande instrumentista ou cantor, mas sim compositor, é na música que encontra a sua grande paixão. Possuidor de um bom gosto musical e uma enorme vontade de ter sucesso, (bem como o resto da banda, pelo menos assim diz o João) podemos certamente esperar mais surpresas de João Só e os Abandonados.

Nenhum comentário: