domingo, abril 25, 2010

Kick-Ass (2010)


Desconhecia o facto que o filme era baseado numa banda-desenhada "categoria C" da Marvel e tão pouco sabia que era um filme para se levar a sério. Pelo que aparentava o trailer deduzi que fosse uma sátira às BD's ou uma mera comédia juvenil com aquele típico humor a que apelido "casca de banana". Seja como for, independentemente do que parecia ou não ser, tinha alguma curiosidade para ver o filme, se bem que não o suficiente para me deslocar ao cinema... até ver a pontuação no IMDb! Com quase 24 mil votos, Kick Ass está neste momento com um score de 8.4, conferindo-lhe assim um lugar nos Top 250 filmes do site. Aliado a isso, as criticas dos cineastas têm sido relativamente boas, o que é de valor tendo em conta o género cinematográfico do trabalho.
O filme começa de forma leve e bastante divertida, sofrendo, mediante as evoluções do enredo, um nível de transformação brutal, entrando num ritmo alucinante de acção e momentos de cortar a respiração, sem nunca abdicar do ocasional momento humorístico.
A narrativa do filme anda à volta de um miúdo (Aaron Johnson) que decide fazer o impensável... encarnar a pele de um super-herói com o objectivo de tornar o mundo um lugar melhor. Cheio de boas intenções, cedo se apercebe que a vida de um herói como normalmente é relatada nas bandas-desenhadas não é "pêra-doce", ainda para mais, sendo ele um rapaz sem poderes, sem engenhocas, sem conhecimento de qualquer arte-marcial ou manuseamento de armas. However, acaba por cruzar caminho com duas pessoas (Nicholas Cage e Chloe Moretz) com bastante mais qualificações para desempenhar o papel de vigilante/justiceiro, formando desta forma uma parceria invulgar, mas eficaz.
Fica a lição adquirida ainda a meio do filme, que qualquer pessoa pode fazer a diferença pela sua coragem e coração. Sem se tornar num cliché demasiado óbvio, o enredo segue caminhos diferentes do que o espectador pode vir a esperar, tornando desde logo o material fresco, divertido e com uma capacidade de entreter bastante acima da média. Conjugam o melhor que a banda-desenhada e os heróis descritos no cinema e televisão têm para oferecer com um (surpreendente) incremento explosivo de violência hardcore, nada apropriado para crianças... contrariando assim a ideia deixada pelo trailer.
Recomendo, principalmente aos fãs de BD, que vejam este filme. Mesmo que não sejam aficionados... garanto que esta approach nova fará as delicias de quem gosta de bom entretenimento! Ahh e deixo aqui um trailer que de certa maneira faz jus ao conteúdo do filme, visto que não é censurado.

Nenhum comentário: